O público dos jogos de celular deve alcançar 2,4 bilhões de pessoas no mundo em 2019, aponta a Newzoo, consultoria especializada no mercado de games. O segmento deve ainda movimentar quase metade dos US$ 148 bilhões previstos para o mercado total de games no ano.

Diante desse cenário, estudo da consultora realizado em parceria com Activision Blizzard Media na Europa buscou entender o comportamento dos jogadores de celular. Com base nos insights apontados, o blog UOL AD_LAB listou cinco razões para incluir o game mobile no plano de comunicação das marcas:

1. Jogos mobile alcançam público amplo

De acordo com o levantamento da Newzoo, joguinhos de celular atraem um público amplo e equilibrado entre homens e mulheres, sendo 50% para cada gênero. O que muda é o estilo de jogo que cada um prefere. Por exemplo, games de tiro atraem mais garotos jovens, enquanto mulheres mais velhas preferem os de quebra-cabeça. “Essa é uma boa notícia para as marcas, pois há muitas oportunidades de segmentação e ativação entre um público abrangente”, afirma o report.

2. Joguinhos são populares e frequentemente usados

Das pessoas que usam aplicativos de celular consultadas no estudo, 50% disseram ter aberto um aplicativo de jogo na semana da pesquisa. Isso torna os joguinhos de celular o terceiro tipo de app mais popular, atrás de redes sociais (67%) e compras (56%). Entre os jovens de 18 a 20 anos, os jogos de celular ficaram na segunda categoria mais popular.

3. Gamers influenciam compra de outras pessoas

Os jogadores de dispositivos móveis são um grupo influente. Eles disseram ter poder sobre as decisões de compra de amigos (43%), familiares (61%) e colegas (37%), diz o estudo. Em comparação com os que não jogam, eles são cerca de 23% mais propensos a ter essa influência.

4. Jogadores são mais abertos a publicidade

Em comparação com os não-jogadores, os gamers de aplicativos móveis são mais receptivos à publicidade. Gamers são mais propensos a comprar produtos de marcas cujo anúncio agrada do que não-gamers (43% contra 32%), 53% dos gamers acham que anúncios ajudam a ficar mais bem informados sobre produtos, contra 42% de não-gamers.

5. Gamers têm uma visão mais positiva de marcas

Os jogadores de celular tendem a ter uma visão mais positiva das marcas globais, apontou o estudo. Entre quem joga, 57% em média demonstraram abertura a grandes marcas, enquanto entre os não-jogadores essa propensão foi de 48%. Foram pesquisadas marcas como Nespresso (36% de visão positiva entre gamers contra 32% entre não-gamers) e Coca-Cola (64% contra 52%).

Fonte: UOL AD LAB – https://blog.publicidade.uol.com.br/2019/04/24/5-razoes-para-incluir-jogos-de-celular-no-seu-plano-de-marketing/